Best Destinos Nacionais Dicas aos Viajantes

VINÍCOLA LEONE DI VENEZIA – ESTILO ITALIANO NA SERRA CATARINENSE

A nossa visita a vinícola aconteceu no dia 24 de agosto de 2018, em uma sexta-feira gelada e chuvosa em São Joaquim, na Serra Catarinense, dia propício para degustar ótimos vinhos e se aquecer um pouco.

Assim que chegamos, nos impressionamos com a bela arquitetura da Vinícola que foi inspirada no palácio italiano Villa di Maser (1564 – Treviso/Veneto), uma obra prima de Andrea Paládio, arquiteto vicentino, que imprimiu com sua genialidade o estilo construtivo que marca até hoje a arquitetura da Itália.

Uma vinícola com estilo italiano, em terroir de altitude, assim ela é descrita pelo seu fundador.

Quem nos recebeu e contou sobre a história da Vinícola, e história do seu fundador, nos explicou sobre o plantio, as variedades das uvas, e sobre a produção dos vinhos foi o enólogo Eduardo Strechar, que já teve a experiência de trabalhar em vinícolas na Austrália, Itália e no Chile.

Ele nos informou que o fundador da Vinícola é Saul Bianco, filho de Guerino Bianco, natural de Vicenza, na região no Veneto na Itália. E, que a família manteve viva as tradições italianas, sendo uma delas, a produção do seu próprio vinho, e das pipas e barricas para armazenagem do vinho, já que também possuíam habilidade para trabalhar com a madeira.

Saul Bianco se formou em agronomia, com o objetivo de montar sua cantina, porém, antes mesmo de formado, foi convidado a trabalhar em uma grande multinacional com atividade na área agrícola, onde atuou por 32 anos, e, somente depois de aposentado, é que decidiu retomar o velho e grande sonho de produzir vinhos, após permanecer por um ano morando na Itália, onde fez um curso de enologia no Centro Regional para a Viticultura e Enologia, em Conegliano Veneto (Treviso).

Embora a família Bianco inicialmente tenha se estabelecido em Caxias do Sul/RS, Saul Bianco, morou por muitos anos em Florianópolis e com a recente descoberta das excepcionais condições para a produção de uvas viníferas na Serra Catarinense, foi natural a escolha da região de São Joaquim na Serra Catarinense para a implantação dos vinhedos e da cantina.

E, foi assim, que nasceu em  São Joaquim, uma pequena vinícola, mas com o objetivo de  produzir grandes vinhos.

A escolha do nome  “Leone di Venezia” esta diretamente ligada ao símbolo de Veneza, capital do Veneto, que é o Leão de Veneza, uma estátua de bronze na forma de um leão instalada no topo de uma coluna na Piazzetta, um espaço adjacente à Praça São Marcos em Veneza. É o mais conhecido símbolo da cidade. E, esta ligada a origem e  história da família Bianco e da estada do fundador no Veneto.

 

O vinhedo possui 5 hectares, e faz parte de uma área maior de 15 hectares, numa altitude média de 1280 metros, no município de São Joaquim/SC, na serra catarinense. E, em 2008 foi iniciado os trabalhos de infraestrutura e o plantio das primeiras parreiras.

 

Os 5 hectares de vinhedo é quase que na sua totalidade de uvas italianas. Foram plantadas inicialmente 26 variedades de uvas, mas apenas 14 se adaptaram melhor as condições climáticas da região, as quais continuam sendo estudadas e plantadas e fazem parte do portfólio da vinícola.

Entre as uvas tintas, a que se destaca é a Sangiovese e a Montepulciano, e as brancas Gewurstraminer e Garganega.

O enólogo Eduardo nos informou que a vinícola utiliza equipamentos de ponta para a vinificação, câmara fria, barris de carvalho francês e americano para armazenamento do vinho.

 

A vinícola fabrica 10 rótulos de vinhos, sendo que desses, fizemos a degustação de 3, entre eles, a espumante Brut “Pregiato”, um vinho branco fino seco “Rialto” e um vinho tinto fino seco “Sangiovesi”. Todos de esxcelente qualidade! E, não estou puxando o saco da vinícola não, só porque fui presentada com a nossa degustação de vinhos, é que realmente são vinhos produzidos na nossa serra catarinense, e são de excelente qualidade.

 

Prova disso, é que o vinho de rótulo “Leone di Venezia Montepulciano 2016” venceu a categoria de Melhor Montepulciano, pelo Guia Adega Vinhos do Brasil edição 2017/2018, e, também venceu a categoria Melhor Blend Branco com o rótulo “Leone di Venezia Rialto 2017” pela mesma edição do Guia Adega Vinhos do Brasil. A vinícola se orgulha muito dos prêmios recebidos, e seus certificados estão emoldurados e expostos na sala de recepção, segue a fotinho.

 

Esse último vinho branco seco “Rialto 2016”, cujo nome faz referência a mais famosa ponte de Veneza “Rialto” degustamos e realmente é maravilhoso, foi elaborado com as castas das uvas Verdello, Grechetto, Vermentino e Gewurztraminer.

Cada variedade foi vinificada em pureza, em tanques de aço inox. O blending buscou harmonizar e integrar as características de cada variedade para elaboração deste vinho único, e por ter essa qualidade recebeu destaque no Guia Adega Vinhos do Brasil, edição 2017/2018. No paladar o Rialto apresenta-se aveludado, elegante e fresco, com um final longo e frutado, acidez viva, mas equilibrado. E, possui 13% de álcool em sua composição. Esse vinho custa R$ 65,00 e esta disponível para compra exclusivamente na vinícola, assim como todos os vinhos produzidos ali.

A espumante brut Pregiato da Leone di Venezia também recebeu ótima avaliação pelo Guia Descorchados 2018, uma revista que é referencia no mundo dos vinhos, e é considerado o maior guia mundial de vinhos da Argentina, Chile, Uruguai e Brasil. Essa espumante custa R$ 50,00 um valor interessante pela sua excelente qualidade.

 

Outro rótulo que recebeu uma ótima avaliação pelo Guia Descorchados 2018 foi o “Palazzo Du Cale” vinho fino tinto seco, que recebeu 92 pontos, e custa R$ 58,00.

Depois de todas essas explicações, o enólogo nos deixou a vontade, para terminar a nossa degustação no mirante da vinícola e harmonizar os vinhos com 2 lindos pratos que nos prepararam, com frios, pães, geleias, e produtos regionais. E como vocês podem ver, tudo preparado com muito carinho, simplesmente amamos!

 

O mirante fica no último andar da vinícola, tem decoração italiana, com uma vista linda dos vinhedos, como vocês podem ver pelas fotos. Uma experiência maravilhosa!

 

 

Quando da nossa visita as parreiras já estavam secas, sem uvas, sendo a melhor época para visitar a vinícola, entre os meses de fevereiro a abril, quando ocorre a “Vindima”, época da colheita das uvas, e as parreiras estão carregadas, e a vinícola dispõe de uma programação especial neste período, com foco no turismo de experiência.

 

DOS SERVIÇOS OFERECIDOS PELA VINÍCOLA

 

No período da vindima, a vinícola oferece hospedagem premium, colocando a disposição dos turistas, 4 suítes, que acomodam 2 pessoas em cada e são batizadas com o nome de uvas ícones da Vinícola, localizadas dentro da própria vinícola, tornando ainda mais prazerosa a estadia.

A Vinícola disponibiliza a visitação e degustação de terça a sexta-feira, nos seguintes horários: 10:30, 14:00 e 15:30 e no sábado às 10:30 e 15:30 horas.

O tour inclui a visita guiada pela cantina + degustação de 06 rótulos especiais acompanhado de Bruschettas, e você poderá também fazer um passeio nos vinhedos.

 

Somente a visitação e degustação de 3 vinhos, custa R$ 40,00 por pessoa, e, se você quiser uma seleção de frios e pães como acompanhamento, o valor é de R$ 85,00 e serve duas pessoas.

A Vinícola também oferece um serviço diferenciado, para um happy hour, um encontro com os amigos, onde você pode ficar no conforto da cantina e escolher o seu vinho preferido, uma excelente seleção de frios, e pães, e ficar pode ser agendado com antecedência.

 

O que esta sendo bastante procurado atualmente é o piquenique nos vinhedos, ou em frente a vinícola, que possui uma fachada linda! A melhor época para programar o seu piquenique é durante os meses de setembro a abril, época em que os vinhedos estão lindo e carregados de uvas, perfeito para aquele momento especial ao lado do seu amor, ou com a sua família.

Outro serviço que a vinícola oferece também é almoço e jantar harmonizado, mediante reserva antecipada, o que deve ser maravilhoso!

Eu com certeza voltarei nesta vinícola na época da vindima, e quero fazer um belo piquenique por lá, já que desta vez, o tempo não colaborou muito né Maikely?! A Maikely trabalha na vinícola e foi quem organizou tudo para a nossa visita por lá, e, embora o piquenique programado não tenha ocorrido, a nossa passagem por lá foi maravilhosa, e degustar os vinhos com o acompanhamento da seleção de frios, pães e produtos regionais no mirante também foi muito especial. Amamos e vamos voltar com certeza!

 

E aí?! Você também ficou com vontade de conhecer essa Vinícola na Serra Catarinense? Eu só de escrever aqui pra vocês, já estou com saudades… e quero voltar logo.

—————–

VINÍCOLA LEONE DI VENEZIA

Localização: Rodovia SJM 145, Nº 2800, Morro Agudo, em São Joaquim/SC.

Telefone: (49) 99973 1135 e (49) 99967 3668

E-mail: vinícola@leonedivenezia.com.br

 

__________________________________________________________________________

 

Esse post faz parte de uma blogagem coletiva no qual falamos sobre nossas experiências em lugares incríveis ao redor do mundo.Os posts de hoje são sobre as mais inesquecíveis vinícolas para conhecer e se deliciar. Blogueiras:

    3 Respostas

  1. Amei o lugar! Deve ter sido uma experiência incrível! Obrigada por compartilhar tudo conosco. Espero ter a oportunidade de visitar a vinícola em breve. Grande beijo

  2. Que lugar delicioso, simplesmente amei o post! Espero em breve conhecer esse lugar lindo e degustar essas maravilhas. Beijo Mi

  3. Aninha! Que texto gostoso de ler ! Eu pude conhecer mais de Santa Catarina e do vinhedo! Parabéns pelo post, fotos lindas e me senti degustando uma taça com vocês! Beijos!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *