Destinos Internacionais

CAJÓN DEL MAIPO E O BELÍSSIMO EMBALSE EL YESO

 

O Cajón del Maipo é um cânion andino localizado próximo a Região Metropolitana de Santiago, no Chile. Corresponde à bacia alta do rio Maipo (cerca de 900 metros acima do nível do mar), onde é envolto por vales, montanhas e rios como o Rio Maipo, El Yeso e El Colorado.

 

A cidade principal é San José de Maipo, uma comuna Chilena, localizada na Província de Cordilheira, Região Metropolitana de Santiago, a 48 Km da capital, que cobre a maior parte do setor de montanha da Região Metropolitana, e, é nessa cidadezinha que se encontra o Embalse El Yeso.

 

A distância de Santiago a Cajón del Maipo é de 80 km e a viagem durou aproximadamente 2 horas, devido a dificuldade do trajeto. É um passeio que levará o dia todo, saímos de Santiago às 07h30m e retornamos aproximadamente às 18h. No trajeto fizemos uma parada para alugar as botas e a roupa especial para neve. Como eu e meu esposo estávamos com roupas apropriadas, precisamos alugar somente as botas, o que custou $ 8 mil pesos chilenos, aproximadamente R$ 46,00 cada bota.

 

É, recomendado levar água, e, em dias de sol, levar óculos escuros, protetor solar, e se estiver muito frio, luvas e touca. E, se você for na alta temporada como eu, e tiver muita neve no Embalse, é necessário ir com roupas apropriadas e impermeáveis e botas especiais para andar na neve.

 

Verifique bem as condições climáticas antes de fazer esse passeio, porque acontecem muitos deslizamentos de pedras e na época de nevascas, o caminho ficará mais dificultoso, e também poderá haver ventos muito fortes.

É um passeio considerado novo por lá, e que aos poucos esta ganhando a sua visibilidade entre os brasileiros, que se encantam com a beleza do lugar. Eu e meu esposo estivemos lá em julho do ano passado, 2017.

Mas afinal o que é o Embalse El Yeso? É uma represa de água de cor verdes esmeralda, que se origina na Cordilheira dos Andes à aproximadamente 3 mil metros de altitude, e tem capacidade de armazenar quase 300 milhões de metros cúbicos de agua, sendo a principal fonte de abastecimento de água potável para a capital do Chile, Santiago.

 

Chegar lá e avistar essa maravilha da natureza, me deixou sem palavras, fiquei meio que paralisada com tamanha beleza. E, sim, caiu um cisco no meu olho, lágrimas de gratidão por estar ali, naquele dia lindo, que Deus havia preparado com tanto carinho para nós.

O local é bastante conhecido também pelas suas piscinas naturais de aguas termais, mas optamos por conhecer somente o Embalse El Yeso, para não ser um passeio corrido e acabar não aproveitando bem cada lugar. E, também, era inverno, havia muita neve, devido a uma nevasca que aconteceu dias antes da nossa chegada lá, e eu também não queria tirar a minha roupinha lá com esse frio, apesar da agua ser quentinha rsrs. Fica para a próxima vez.

 

A maioria das agências fazem o famoso piquenique lá em cima mesmo no Embalse. Montam a mesa sobre a neve e como pano de fundo, a bela paisagem da Cordilheira branquinha e a lagoa de aguas estonteantes.

 

Porém, nosso guia informou que poucos dias antes do nosso passeio, várias agências foram multadas por lá, porque não poderiam servir bebidas alcóolicas aos turistas, e por esse motivo também, nosso guia preferiu nos levar em outro local, na descida da Cordilheira, uma propriedade privada em San José del Maipo, de uma beleza encantadora. Também, lá em cima onde os veículos estavam estacionados, havia muito gelo o que se tornava escorregadio e também lama, como vocês podem ver na foto abaixo, motivo que também fez com que nos levassem nesse outro local para fazer o piquenique.

 

 

E, nosso guia “José Adolfo” escolheu muito bem a parada para o nosso piquenique, era um local lindo, com muito verde, gramado, árvores, pássaros, Lhamas, ovelhas, e uma vista encantadora da Cordilheira coberta de neve, eu simplesmente amei!

Nossa mesa foi uma das mais lindas que eu vi por lá, juro! E com as melhores opções de frios e queijos. Degustamos 3 tipos de vinhos chilenos, queijos e frios, e umas torradinhas com cream cheese deliciosas.

 

Me diz se não deu água na boca depois de ver essas fotos? Posso dizer que estava tudo maravilhoso!

 

Depois do nosso piquenique, nosso guia fez uma última parada na localidade de El Manzano, para experimentarmos as famosas empanadas chilenas, feitas na hora em forno a lenha.

Retornamos ao hotel próximo as 18:00 horas e com muito mais conhecimento e histórias para contar desse lugar encantador.

 

ALUGAR UM CARRO OU CONTRATAR UMA AGÊNCIA DE TURISMO?

Como fomos na alta temporada, no mês de julho, e havia muita neve por lá, resolvemos contratar uma agência de turismo por ser mais seguro, uma vez que boa parte da estrada não é asfaltada e beira uma encosta. E, dirigir na neve é bem diferente de dirigir em qualquer outro terreno, e, nós, não estávamos acostumados né?!

Na van da agência de turismo, a caminho do Embalse El Yeso.

 

Quando há muita neve, é recomendado fazer o uso de correntes nas rodas dos veículos, por isso é bom não se arriscar e ir sozinho, pois acontecem muitos acidentes por lá.

Mas, se você for no verão, o que também não aconselharia porque sem neve, o local fica mais sem graça, eu diria que você pode tentar alugar um carro, mas fique de olho para não se perder no caminho.

Assim, para esse passeio eu recomendo sim fazer com uma empresa e guia especializados, até porque além de lhe levar com segurança, e conhecerem muito bem o trajeto, lhe passarão todas as informações sobre o passeio, como fez o nosso guia “José Adolfo” da empresa Lahuentour, que conhecia muito bem a região, e parecia saber tudo sobre geologia, e nos deu uma verdadeira aula durante o passeio. Como nosso guia era casado com uma brasileira, conseguíamos nos entender muito bem.

Retornando para a Van, depois do piquenique.

 

Eu gosto de pesquisar bem antes de cada viagem, e ter o feedback de amigos e outros viajantes que já conhecem o local e já fizeram o passeios, e posso dizer que escolhi muito bem a agência de turismo, nosso guia foi um querido, e além de todas as explicações que nos deu, tirava fotos belíssimas do local e da nossa turma com uma câmera profissional, e dias após o passeio disponibilizada no seu facebook para que nós pudéssemos baixa-las e guarda-las.

 

LEVAR OU NÃO CRIANÇAS PARA ESSE PASSEIO?

Do meu ponto de vista, não é um passeio recomendado para crianças, é um pouco cansativo, e no local não há nenhuma infraestrutura, nem banheiro. Na verdade, o guia faz uma parada em um local com banheiro na ida, bem precário, onde tivemos que pagar para usar. E, na volta, também é feita uma única parada, no local onde paramos comer as empanadas chilenas.

Mas além disso, o passeio é um pouco perigoso, pois temos que caminhar sobre pedras, neve e gelo, e é muito escorregadio. Muitas pessoas locavam até um tipo de bengala para andar na neve, para evitar a queda. Eu não cheguei a cair, mas levei 2 sustinhos escorregando, hahaha.

Com as parceiras de passeio e o nosso guia José Adolfo.

 

E, como já foi falado anteriormente, dependendo das condições climáticas do dia, cuidado com deslizamentos de pedras e na época de nevascas, a neve se acumula e fica muita difícil de caminhar na neve, pois os pés afundam muito na neve, sem contar com eventuais ventos fortes.

Mas claro, que há pais que não tem onde deixar as crianças e arriscam levar assim mesmo, a dica é, fique 100% de olho no seu filho, não esqueça de vesti-lo adequadamente e das botas especiais para neve, se estiver muito frio, não esqueça colocar luvas e uma toca, e coloque neles uma pulseirinha de identificação, com o seu nome, telefone, nome da agência de turismo que esta realizando o passeio, no caso do seu filho se perder por lá.

E muito cuidado, porque andar no gelo é muito escorregadio e conforme nosso guia, já aconteceram alguns acidentes mais graves por lá.

 

VALE OU NÃO A PENA FAZER ESSE PASSEIO?

Na minha opinião: Siiimmmm! Se você é como eu que adora admirar paisagens lindas, vale super a pena. Pois o que você verá durante todo o trajeto é de tirar o fôlego. É, sem dúvida um dos melhores passeios para se fazer se você for para a capital chilena.

O que os meus olhos viram nesse passeio, é algo indescritível. Nem as fotos belíssimas tiradas no local podem traduzir tamanha emoção e gratidão que senti naquele lugar.

 

 

A paisagem, a neve, as montanhas, estar no meio da Cordilheira dos Andes, ver animais que eu nunca havia visto antes, como as ihamas, e conhecer um lugar que poucas pessoas conhecem, ahh tudo isso é muito recompensador. É um tipo de passeio que me aproxima mais de Deus. Só de falar dele aqui, já enche meu coração de bons sentimentos.

Eu e o maridão, meu parceiro de todas as horas e de todas as trips ♥.

 

E, tenho certeza que as suas fotos mais lindas dessa viagem a Santiago, serão tiradas nesse lugar! Sua maquina fotográfica e seu celular ficarão repletos de fotos com paisagens de tirar o fôlego.

 

VALOR DO PASSEIO

Pagamos $ 35 mil pesos por pessoa, o que é equivalente hoje a aproximadamente R$ 200,00 por pessoa, sendo que a van da agência veio nos buscar no hotel as 07:30 horas da manhã e retornamos aproximadamente as 18:00 horas.  Fizemos o passeio no dia 21 de julho de 2017.

Além do transporte turístico para Cajón del Maipo, esta incluído no valor guia bilíngue Português e Espanhol, e um piquenique onde é servida uma tábua de queijos, frios, e azeitonas chilenas, torradinhas com cream cheese e uma degustação com 3 vinhos chilenos maravilhosos.

O aluguel das botas especiais para neve, custou em Julho/2017, o valor de $ 8 mil pesos chilenos, aproximadamente R$ 46,00. Esse passeio nos custou um total de pouco mais que R$ 500,00 para 2 pessoas, incluindo o aluguel das botas e as empanadas chilenas que experimentamos na volta do passeio.  E, valeu cada centavo, podem ter certeza!

_______________

E aí pessoal… depois de todas essas informações e dicas sobre o passeio em Cajon Del Maipo e Embalse El Yeso, bateu uma vontade de marcar esse passeio?

E, se você achou esse post interessante, deixe nos comentários, ou, se tiver outras dicas sobre esse passeio, compartilhe conosco.

Até a próxima!

__________________________________________________________________________

 

Esse post faz parte de uma blogagem coletiva no qual falamos sobre nossas experiências em lugares incríveis ao redor do mundo. Os posts de hoje são sobre lugares para conhecer e se divertir na neve. Blogueiras:

 

    5 Respostas

  1. Aninha que lugar mais lindo e tão pertinho de Santiago!!! Ficamos ainda mais apaixonadas pelo Chile…que país tão cheio de belezas naturais e tão perto de nós né! Obrigada por compartilhar essa linda experiência nesse lugar incrível! Parabéns pela matéria. Beijos

    1. Oieeee Avelina e Vivian!
      Obrigada por sempre estarem presentes por aqui e que bom que gostaram do post.
      Realmente esse lugar é maravilhoso, um dos lugares mais lindos que já vi.
      O Chile me surpreendeu demais, foi muito além das minhas expectativas.
      Obrigada mais uma vez meninas. Beijão!

  2. Aninha! Que post lindo! Eu me senti viajando com você, fazendo parte dessa viagem linda! Fotos bonitas também! Parabéns!! Aguardando o próximo post!! Beijos!!

    1. Obrigada Manu!
      Sempre é bom tê-la por aqui.
      Esse lugar realmente é belíssimo, um colírio para os olhos, guardado pra sempre no meu coração e na minha memória.
      Um beijo querida.

  3. Falto visitar termas del plomo a 40 km mas arriba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *